ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Agricultura

Paraná fará campanha para manejo do solo e controle de pragas e doenças

Quinta-feira, 05 de setembro de 2013


A Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) firmou nesta terça-feira (03) parceria com frentes da agropecuária paranaense para a realização de uma campanha de conscientização e capacitação de técnicos e produtores em relação ao Manejo Integrado de Solos e Águas, Pragas (MIP), Doenças (MID) e Tecnologia de Aplicação na cadeia produtiva de grãos. A iniciativa tem como parceiros a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep) e o Sistema Ocepar. O objetivo intensificar as ações de manejo integrado em todo o Estado com a unificação de conhecimento e estratégias.

“Temos que agir em todas as áreas do programa, instruindo técnicos e produtores o quanto antes. É preciso mostrar ao produtor que as ações que sugerimos são para o seu próprio bem, para a melhoria na sua produção e na qualidade de vida”, destaca o secretário da Agricultura, Norberto Ortigara. A expectativa é que o projeto tenha início entre outubro e novembro deste ano, com resultados já na próxima safra.

Na primeira etapa, o programa deve abranger a área de soja, com foco no controle de pragas como lagartas e percevejos, e de doenças como a ferrugem asiática, além de trabalhar com o manejo de solos e água para evitar a erosão. Posteriormente, as ações serão voltadas para o milho safrinha, milho, feijão, olericultura e fruticultura.

O primeiro passa será a realização de seminários regionais com técnicos das iniciativas pública e privada e institutos de pesquisa para definir as tecnologias existentes e disponíveis mais eficazes para cada região. Com esta definição, passam a ser realizados treinamentos para os técnicos e produtores rurais sobre como colocar em prática as técnicas definidas anteriormente. Outras ações estão previstas, como dias de campo e reuniões técnicas com produtores.

A ideia é coloca em prática medidas simples que podem diminuir a aplicação de agrotóxicos, minimizar a resistência de pragas e ajudar no controle de doenças. “No caso da soja, já temos unidades de referência que comprovam que o uso adequado das técnicas diminui o prejuízo na lavoura e o gasto do produtor com a compra de produtos”, explica Celso Daniel Seratto, engenheiro agrônomo da Emater.

Segundo o diretor da Faep, Ágide Meneguette, a iniciativa é importante porque o conhecimento adquirido muitas vezes não é absorvido pelo produtor. “Muitos produtores não conhecem a legislação e não sabem que determinadas práticas não são permitidas por lei no território paranaense. Então, é importante conscientizar e apresentar as formas corretas de cuidar do solo e prevenir a propagação de pragas e doenças”, defende.

“Nós já somos referência nacional e internacional na adoção de boas práticas agrícolas e podemos melhorar ainda mais em direção à sustentabilidade”, destaca Ortigara.

A campanha, tratada como permanente e de longo prazo, tem previsão de lançamento para Cascavel, Maringá e Ponta Grossa nos dias 15, 16 e 17 de outubro.

Fonte: Agência de Notícias do Estado

 Outras Notícias

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 08h00min às 12h00min e das 14h00min às 17h00min

Última Atualização do site:  11/11/2019 16:03:47