Graças a um trabalho integrado do Governo d

Terça-feira, 12 de maio de 2015

Última Modificação: 04/06/2015 14:27:46 | Visualizada 994 vezes


Ouvir matéria

Graças a um trabalho integrado do Governo do Paraná, governo federal e municípios, 239 famílias de baixa renda da região Noroeste do estado puderam realizar nesta quinta-feira (7) o sonho de conquistar uma casa própria. As entregas das chaves foram realizadas por representantes da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Caixa Econômica Federal e prefeituras, parceiras no programa Minha Casa Minha Vida. Os empreendimentos representam investimentos de R$ 8,5 milhões em habitação popular.

?O governador Beto Richa já beneficiou mais de 100 mil famílias nos últimos quatro anos graças à atenção especial que tem dado ao setor da habitação popular. Isso também é fruto da união dos vários órgãos públicos envolvidos e da vontade política dos prefeitos, deputados e vereadores?, afirmou o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, durante as entregas. 

Ao dirigir-se às famílias, Lupion ressaltou a importância de que cada uma cuide bem do patrimônio conquistado. ?A casa própria é o bem mais importante de uma família, por isso é importante que vocês zelem por ela, pois essa é a garantia de um futuro seguro para os seus filhos?, concluiu.

 

Em Porto Rico, obras impulsionam economia local.


Para o prefeito de Porto Rico, Paulo Nogueira, a entrega de 75 casas é extremamente expressiva para o município, que tem uma população de cerca de quatro mil habitantes. ?Este é um projeto que não beneficia apenas as famílias, mas que estimula toda a economia local?, disse. ?Além da qualidade de vida melhoras, as obras aumentam a demanda por mão de obra e movimentam o comércio?, explicou. 

Nogueira demonstrou ainda a intenção de manter um diálogo contínuo com o governo estadual através da Cohapar para levar o benefício a cada vez mais famílias de Porto Rico. ?Esta é uma das prioridades do nosso mandato e eu tenho a certeza de que, com o apoio do governo estadual e o governo federal, ainda faremos muito pela nossa população?, completou. 

A família da pescadora Roseli Aparecida Gomes, de 32 anos, foi uma das beneficiadas em Porto Rico. Ela e os três filhos pagavam R$ 350 de aluguel para morar na garagem de uma casa. A situação no único cômodo do local, que já era ruim, ficava insustentável com a chuva. ?Sempre que chovia aquilo virava uma verdadeira cachoeira?, conta Roseli.

Ela diz ter passado também por diversas dificuldades financeiras. ?Às vezes eu sequer tinha dinheiro pra poder botar comida na mesa das crianças. O dinheiro que vamos economizar com o aluguel com certeza vai fazer a diferença daqui pra frente?, revelou emocionada

 

Fonte: Cohapar Companhia de Habitao do Paran

 Veja Também

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: Segunda à Sexta-Feira, das 07h30min às 12h00min e das 13h30min às 17h00min

Última Atualização do site:  01/07/2022 16:41:11